sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Mensagem de Natal da WW Refrigeração de Pádua!!!!!!!!!!!!!!


















Mensagem de Natal 2016 de Luis Fernando o Nando!


A todos os integrantes do 36 Batalhão de Padua, demais agentes de segurança pública, para toda a comunidade Paduana e adjacências.

Tenente-coronel Ibiapina










Que todos tenham um NATAL ABENÇOADO, cheio da PRESENÇA de DEUS, e que seu presente venha lhes trazer MUITA PAZ, mostrando-nos sobre o muito que ainda temos a aprender com ELE e por eles.

O TRABALHO CONJUNTO, o EMPENHO, a DETERMINAÇÃO,é para atender a toda comunidade atendida por essa corporação,sempre integrados e irmanados. Agradecemos e enviamos um grande abraço fraterno para os integrantes da Polícia Militar,

Essa mensagem é uma cortesia do Jornal Sem Limites,pelos serviços prestado a nossa comunidade.

Não podemos esquecer que dentro do uniforme da PM existe um ser-humano que merecem nossos respeito (Pai,filhos,esposos,irmãos,Mães ) que cumpre ordens como qualquer empregado por uma empresa.






Como não podemos publicar fotos de todos selecionamos algumas para representar todo o Batalhão.







Responsável pela segurança em Aperibé, Cambuci, Itaocara, Miracema, Santo Antônio de Pádua e São Sebastião do Alto, o Batalhão Major PM Enésio de Oliveira (36ºBPM)























Restaurante Estação em Pádua - RJ














Mensagens de Natal 2016 Super Mercado & Açougue JG


Mensagem de Natal 2016 Sedução Modas!!!!!!!!!!!!!



quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Mensagem de Natal 2016 Padaria Carioca!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Luciano Antenas Parabólicas!!!!!!!!!



Mensagem de Natal 2016 Serralheria Santo Antonio!


Mensagem de Natal 2016 do Paduano Esporte Clube!!!!!!!!!!!


Mensagem de Natal 2016 do Prefeito Josias Quintal!!!!!!!!!!



Mensagem de natal da Primeira Dama Maria Tertuliana!


Mensagem da Vereadora Eleita Vanderléia!


Mensagem do Vereador eleito Tourinho!


quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Agroflorestas conquistam espaço no Noroeste Fluminense


Convênio promove investimentos de R$ 200 mil para fortalecer a produção orgânica da região








Atualmente, a Região Noroeste do estado tem quase sessenta produtores orgânicos e a boa notícia é que, em breve, o número de lavouras com esse perfil pode chegar a noventa. Um convênio entre a Fundação Banco do Brasil e a Associação Central dos Produtores de Leite em Pádua (ACEPROL) injetou R$ 200 mil no Sistema Agroflorestal por meio da compra de equipamentos e recursos para consultoria agrícola.
A parceria, conquistada com apoio do Sebrae/RJ na elaboração do projeto que concorreu ao edital, vai beneficiar trinta propriedades rurais, onde serão implantados módulos do Sistema Agroflorestal (SAF), que promove a combinação entre agricultura, pecuária e floresta no mesmo espaço. A modalidade de SAF mais adotada no Noroeste Fluminense é a Horta Floresta, em que legumes, frutas e verduras estão lado a lado com árvores de grande porte. A prática foi introduzida na região depois de oficinas promovidas pela Rede de Agroecologia, articulada pelo Programa Rio Rural, da Secretaria estadual de Agricultura.
“O Rio Rural ajudou a plantar  a semente. O resultado foi tão bom que instituições parceiras também entraram para fortalecer a produção orgânica local, um cartão de visitas da sustentabilidade”, enfatiza o secretário estadual de Agricultura, Christino Áureo.
Além da ACEPROL, outras três associações locais receberam equipamentos de uso coletivo, como trituradores de galhos e troncos e motosserras. Os sistemas de irrigação e escadas (necessárias para fazer a poda de árvores maiores) são individuais. “Vamos trabalhar juntos para que todos consigam progredir, preservando a natureza e expandindo o mercado na região”, afirma Washington de Oliveira, presidente da Associação de Produtores Orgânicos do Baixo Noroeste Fluminense (APROBAN).
Horta Floresta: tecnologia que transforma a paisagem
O SAF Horta Floresta não só deu certo no Noroeste Fluminense, como é importante para a recuperação da natureza, tendo em vista que a região apresenta o maior índice de degradação ambiental do estado. De acordo com Ana Pegorer, consultora do Programa Rio Rural, o Sistema Agroflorestal é planejado para que os cultivos cresçam em forma de rodízio. Assim, enquanto uma espécie é colhida, outra está em crescimento. O clima ameno criado pela sombra das árvores retém umidade no solo, gerando economia de até 80% na água utilizada na lavoura, além da redução nos gastos com irrigação.
“Os galhos das árvores são triturados e viram adubo. As plantas crescem melhor e com menos irrigação. A paisagem fica bem cuidada. É possível, sim, ter produção diversificada em um local com limitações ambientais”, defende Pegorer.
Futuro promissor
Em um ano, o Noroeste Fluminense ganhou dez SAFs da modalidade Horta Floresta. Agora, com os novos recursos, mais trinta módulos serão implantados.
O crescimento expressivo da produção orgânica requer novas estratégias de comercialização. “Agora, o Programa tem a missão de sensibilizar o mercado consumidor por meio de campanhas de conscientização, bem como trabalhar o aspecto visual dos pontos de venda. É o fechamento do ciclo, desde a produção até o consumidor final”, comenta Sérgio Siciliano, gestor da equipe de disseminação do Rio Rural. 
Uma das estratégias a serem adotadas é a venda de cestas de produtos orgânicos, encomendadas ao gosto do consumidor. Washignton Oliveira já está apostando nisso há quase quatro meses. Ele e a esposa fazem entregas semanais de abobrinha, berinjela e hortaliças para os moradores de Miracema. “As pessoas elogiam o sabor, reconhecem o valor dos orgânicos. Certamente, vamos ampliar o cultivo”, afirma Aliny Ferreira, esposa de Oliveira. 
A expansão da prática é um dos resultados do trabalho da Rede de Agroecologia. O grupo, coordenado pela Pesagro-Rio, conta com a participação de órgãos públicos e privados, como o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Embrapa, Sebrae-Rio, Cedro (Cooperativa de Consultoria, Projetos e Serviços em Desenvolvimento Sustentável), Emater-Rio, UFRJ, além de associações de produtores e secretarias municipais de agricultura. 

Grupo Petrópolis plantará 600 mudas de árvores nativas às margens do Lago de Nogueira, bairro petropolitano






O Projeto AMA (Área de Mobilização Ambiental), em parceria com a Associação de Moradores e Amigos de Nogueira, vai realizar o plantio de 600 mudas de árvores nativas no entorno do Lago de Nogueira, um dos cartões postais do bairro petropolitano. O solo do local foi limpo por uma equipe do projeto e voluntários da comunidade local para receber as mudas que serão plantadas a partir da segunda quinzena de dezembro.

Segundo Luis Carlos Veigas, membro da Associação de Moradores e Amigos de Nogueira, o lago vinha sofrendo um longo processo de degradação ambiental. “Nos anos 90, metade do lago foi aterrado e a associação do bairro vinha tentando reverter a situação com um processo para remoção do aterro e revitalização da área”.

Há cerca de um ano, de acordo com Luis, a Prefeitura, a Companhia Águas do Imperador e a comunidade entraram em acordo, pelo qual o aterro será mantido, mas, em contrapartida, um Jardim Botânico será construído na área de aproximadamente 20mil metros quadrados. “O lago também será desassoreado e uma estação de tratamento de água será construída em outra área adequada. A parceria com o Projeto AMA está sendo muito importante nessa etapa de reflorestamento da área para, no futuro, implantarmos o Jardim Botânico”. 

O Projeto AMA é uma iniciativa do Grupo Petrópolis e já plantou mais de um milhão de mudas de árvores nativas. O AMA abrange a região serrana do RJ, nas cidades de Teresópolis e Petrópolis. Desde 2010 após o plantio, as árvores passam por processo de manutenção.

O Projeto AMA também desenvolve durante todo o ano aulas de educação ambiental e trilhas ecológicas, em parceria com o Instituto Internacional Socioambiental Chico Mendes e escolas municipais das regiões, com o objetivo de incentivar a preservação e difundir a cultura de responsabilidade ambiental nas comunidades. Este ano mais de 850 alunos de escolas públicas dos municípios de Petrópolis e São José do Vale do Rio Preto foram beneficiados.

Sobre o Grupo Petrópolis - O Grupo Petrópolis é atualmente o segundo no ranking das cervejarias do Brasil e tem capital 100% nacional. Produz as marcas de cerveja Crystal, Lokal, Itaipava, Black Princess, Petra, Weltenburger e Miller, os energéticos TNT Energy Drink e Magneto, o isotônico Ironage, as vodkas Blue Spirit Ice e Nordka e a água Petra. Com sete fábricas em operação, o Grupo é responsável pela geração de aproximadamente 26 mil empregos diretos. Por meio do projeto AMA, promove plantio e manutenção de milhares de árvores, além de ações de sustentabilidade e programa de educação ambiental para escolas municipais.

Assessoria de Imprensa do Grupo Petrópolis no Rio de Janeiro
IAA Comunicação e Eventos – (21) 2533-6614
Daniella Fernandes - daniella@iaacomunicacao.com.br
Ivan Accioly - ivan@iaacomunicacao.com.br (21) 99226-8999

Hoje! Audiência de investigação judicial eleitoral referente ao Prefeito Josias Quintal.



 Hoje dia 07 de dezembro ocorreu à audiência no Fórum de Santo Antonio de Pádua o resultado ainda é aguardado, pois a sentença  será publicada no tribunal Eleitoral.

  São dois processos sendo que um já foi encerrado.  

Ambos os processos tratam do mesmo assunto, com a mesma causa de pedir tendo sido o primeiro interposto pelo PC DO B e foi extinto pelo TRE porque o partido não poderia ser parte legítima.

A promotoria então impetrou nova ação quase idêntica com a anterior.

A audiência aconteceu em relação aos fatos quais que sejam analisados e  julgados.

Para acompanhar :

PROCESSO: Nº 0000369-93.2016.6.19.0034 - AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL UF: RJ
JUIZ(A): CRISTINA SODRÉ CHAVES
ASSUNTO: AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL - ABUSO - DE PODER POLÍTICO / AUTORIDADE - CONDUTA VEDADA A AGENTE PÚBLICO - PEDIDO DE APLICAÇÃO DE MULTA - PEDIDO DE CASSAÇÃO DE DIPLOMA - PEDIDO DE CASSAÇÃO DE REGISTRO - PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE INELEGIBILIDADE
LOCALIZAÇÃO: ZE-034-34ª Zona Eleitoral
FASE ATUAL: EM CONCLUSÃO COM MM. JUÍZA ELEITORAL