sábado, 30 de abril de 2016

Santo Antonio de Pádua fez carreata para receber a Padroeira do Brasil




 Dom Fernando Arêas Rifan







A comunidade católica de Pádua - RJ acolheu com grande festa a imagem da Padroeira do Brasil hoje dia 29 de abril.




Uma multidão saiu, em carreata, do bairro Divinéia em direção à Paróquia P. Nossa Senhora do Rosário de Fátima e Santo Antônio de Pádua, Padre Silvano foi dirigindo levando a imagem que iniciou  uma peregrinação em todas as paróquias da Diocese. Dom Fernando Arêas Rifan acompanhou a peregrinação que  para os católicos é um tempo de evangelização.Dom Fernando é Administrador Apostólico da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney, Bispo Titular de Cedamusa.





















































A chegada da Padroeira trouxe comoção aos que são devotos da “mãezinha Aparecida”.

Após a carreata, o Bispo presidiu a celebração de acolhida da imagem na Paróquia, juntamente com os párocos Pe. Marco Antônio
Pe Silvano Salvatte Zano e demais fieis.

Márcia Mendes

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Dia do trabalhador o que comemorar?



Um dos grandes inconvenientes de morar no Brasil é sentir vergonha ao ver as manchetes na imprensa tanto escrita e falada de tantas roubalheiras.........
A vergonha é quase uma sensação onipresente para quem tem um mínimo de esclarecimento neste país. Quando você cai de carro num buraco, que não devia estar ali, mas está, porque a camada de asfalto contratada e paga com o SEU dinheiro foi na verdade embolsada pela máfia do asfalto, e o que foi colocado é 1/5 do licitado, você sente vergonha. Quando você se depara com a realidade dos hospitais degradados, pobres sofrendo, a falta de moradia, a sujeira, a miséria intelectual que grassa galopante e sem fronteiras pelos estados do país, você sente uma vergonha tremenda.
Você liga a televisão é escândalo em cima de escândalo. O povo já ficou anestesiado e nem liga mais quando surge uma notícia de deputado levando grana. Dinheiro na cueca, troca de interesses, pontes que não ligam nada a lugar nenhum, verbas milionárias para estádio de futebol, licitações estranhas, relações suspeitas entre o poder público e o setor privado.
Negociatas, maracutaias, benefícios, prerrogativas…
Empreiteiros, burocratas, a dança dos aditivos contratuais, a inflação, o auto-aumento salarial, os super-salários acima do teto do funcionalismo,
A violência também dá vergonha, e a hipocrisia de certos setores também. Quando juntas, a vergonha atinge graus apocalípticos na nossa alma.
Eu e provavelmente você, estamos de saco cheio de tudo isso e das promessas mentirosas de mudanças. Cada desgraça que acontece por simples burrice, ou descaso com o compromisso de zelar pelo bem da população.
Vimos isso ocorrer em todo território brasileiro,os estados,municípios,uma vergonha generalizada.E agora dia 1 de maio,dia do trabalhador,o que comemorar?
Funcionários sendo humilhados com a falta de pagamentos,trabalhadores que mereciam respeito.
E comissionados,bolsas família, bolsa novela, vale gás, vale leite, com tudo em dia e quem trabalha mesmo,fica sem seus direitos.
Você tem que ter uma fé inabalável para pensar que este país tem jeito. Mas a verdade é que é extremamente improvável que tenha.
É lamentável. Não somos mais o país do futuro. Somos o país sem futuro. Não temos mais futuro, só um presente trágico e permanente,se esse quadro não mudar com a justiça tomando as rédeas da situação,começando no próprio judiciário cortando algumas raízes poderes.pois em breve não teremos trabalhadores para comemorar o seu dia,em seu lugar estarão apadrinhados políticos que aos poucos vão roubando o direito de pessoas honestas.
O exemplo deveria vir de cima,já que não ocorre isso,que tal inverter e começar por baixo,por nossos municípios, quem sabe ainda existe luz no fim do túnel.
E parabéns a todos os trabalhadores,digo trabalhadores,não essa corja de usurpadores e parasitas que recebem altos salários para não fazer nada,fazem, sim humilham quem rala no sol quente e não tenho o valor reconhecido.
Márcia Mendes

Denúncia de pedofilia desespera pais

Há suspeita de aliciamento em outras escolas. Pai chora ao reconhecer filha vítima nas fotografias

MARLOS BITTENCOURT









Rio - A mudança de comportamento do filho de 2 anos e 9 meses levou um casal à Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav) ontem. Segundo a mulher, a criança de repente passou a pedir aos pais para tirar fotos de seu pênis e perguntar se estava grande, segurando um telefone celular. A princípio, ela não se preocupou com o comportamento diferente de seu pequeno. Mas levou um susto ao ver reportagem sobre a prisão de uma professora da creche de seu filho e um advogado acusados de pedofilia.

Como ela, outros pais que identificaram filhos em fotografias do acusado foram à delegacia denunciar. Ontem surgiram informações de que a dupla aliciava alunos de outras escolas.
“Quando vi que a mulher acusada era professora da creche do meu filho associei o comportamento dele ao caso. Na mesma hora perguntei: ‘Filho, a tia fez foto do seu lulu?’ Ele me respondeu que sim”, afirmou a mãe do menino. “Vou tirar meu filho da creche”, emendou ela, que paga R$ 130 por mês.
A delegada Cristiana Bento, titular da Dcav, disse estar montando um enorme quebra-cabeças para desvendar o caso, que chegou a ela por meio de denúncia anônima. “Parece que estamos diante de uma grande rede de pedófilos. A professora ficava amiga das mães para ganhar a confiança delas e ter acesso às crianças para entregá-las ao advogado”, afirmou a delegada, referindo-se a Roberto Malvar Paz, 63 anos, preso em Bangu e acusado de ser cúmplice da professora no esquema de pedofilia.

Indício de uma grande rede 
A Dcav mobilizou 12 agentes para o caso. Até mesmo policiais acostumados a lidar com assuntos de pedofilia se revoltaram com o material apreendido. Dois HDs externos de computador cheios de fotografias com crianças de até 8 anos em cenas de sexo e dezenas de calcinhas infantis foram encontrados com Roberto Malvar Paz.
Os policiais da Dcav continuarão as diligências para tentar chegar a outros envolvidos com a suposta quadrilha. Até ontem à noite a professora continuava presa. Os policiais acham que ela tem mais a falar.
“Vamos tentar tirar mais informações dela porque há um forte indício de que estamos lidando com uma rede especializada em pedofilia”, disse um policial.
O ex-marido da acusada também esteve ontem na delegacia porque há a suspeita de que a filha dele, ex-enteada da presa, teria sido vítima de pedofilia. Na época, a menina, hoje com 17 anos, tinha 9 anos. O pai estava transtornado e chorava muito numa sala da delegacia, segundo os agentes que atuam no caso.
Ele não teve nem coragem de ver as fotos de sua filha, tiradas pela professora, com o advogado Roberto Malvar Paz. No dia da prisão, quarta-feira à noite, ele disse que a sua ex-mulher era um monstro e que odeia crianças.
Advogado contesta a prisão

O advogado Francisco Ortigão, contratado para defender Roberto Malvar Paz, esteve no Fórum no fim da tarde de ontem para contestar a prisão preventiva do acusado. Segundo ele, a polícia tinha um mandado de prisão temporária, que vale por 60 dias, e não podia prendê-lo preventivamente, por tempo indeterminado.
“Quando nos deparamos com um acusado de crimes que nos chocam, temos a tendência de muitas vezes bestializá-lo ou de acreditarmos que se trata de alguém mentalmente incapaz. A polícia exerce um trabalho fundamental, mas também comete erros. Por isso, antes de tudo, é preciso lembrar da presunção de inocência, que vale para todos os cidadãos e garante nossa liberdade, até que se prove algum crime contra nós”, explicou Ortigão.
O advogado disse que o caso requer muito cuidado para não haver qualquer tipo de injustiça e açodamento nas decisões a serem todas daqui para a frente.
“Para se minimizar as chances de injustiças, esse julgamento demanda todo um processo legal, que só começa após o inquérito policial. Ou seja, este caso ainda está muito no início e devemos analisá-lo com serenidade, aguardando a decisão final da Justiça”, afirmou o criminalista Francisco Ortigão.
Dona da creche diz não ter culpa pela contratação da mulher acusada

Dona da creche em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde a professora acusada de aliciar crianças trabalhava, estava desesperada com a repercussão do caso. Chorando muito, ela disse que não tem culpa por ter contratado a mulher acusada de pedofilia.
A dona da creche disse ter contratado a professora para retribuir um favor que os pais dela lhe fizeram quando era criança. “Eles cuidaram de mim e da minha família quando a nossa casa foi a leilão. Quis retribuir a gratidão e aconteceu essa desgraça. Uma das meninas que aparecem na foto, inclusive, é minha sobrinha, de 4 anos. Aquela mulher tirou foto dela no Dia do Índio (19 de abril) quando as crianças trocavam de roupa para uma apresentação na escola. Não aconteceu na minha creche, foi num hotel”, desesperou-se a mulher sobre imagens horrendas de sexo entre crianças e o advogado Roberto Malvar Paz, 63 anos, também acusado pela polícia de integrar um esquema de pedofilia.
A creche de Caxias funcionou ontem para as 25 crianças que frequentam o estabelecimento. Há pais afirmando que vão tirar os filhos da creche. Por outro lado, a dona da creche contou que outros pais e parentes de alunos prestaram solidarieade a ela.
Uma mulher de 56 anos, avó de um menino de 3 anos que frequenta a creche é uma das que estão dando apoio. Ela afirmou que o garoto continuará indo à escola e que confia na empresária. “Meu neto não sairá, ele gosta de lá. Nos conhecemos e sei que ela não tem nada a ver com aquela mulher que se vestiu de cordeiro para molestar as crianças. Ela tem de pagar pelo que fez, que fique presa”, afirmou a avó da criança. A creche onde a acusada trabalhava funciona há oito anos no mesmo endereço. A funcionária pode já ter trabalhado em outras escolas.

Dornelles quer pagar salário mais cedo ( Como se isso fosse um favor....)








O governador em exercício Francisco Dornelles se reuniu ontem com integrantes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe). Dornelles comentou com os participantes que o calendário de pagamento do próximo mês está mantido e disse ainda que, se houver dinheiro em caixa, vai pagar o funcionalismo antes do dia 13 de maio.
Segundo um dos integrantes do movimento unificado, Dornelles também afirmou na reunião que a previsão é pagar 90% da folha salarial até o dia 10 de maio. A declaração foi recebida com cautela pelos representantes da categoria.
Durante o encontro, foi garantido que nenhum servidor em greve terá o ponto descontado. Na reunião, o Muspe apresentou o nome dos sete funcionários que vão compor a comissão que participará de reuniões com o governo. A próxima data será dia 4 de maio, às 10h, na Secretaria Estadual de Fazenda.
O governo também apresentou um documento chamado cenário fiscal que traz todas as receitas do estado e arrecadações, para tentar atender a uma das reivindicações. Também foram apresentados os números do Rioprevidência.
Francisco Dornelles pediu ajuda aos integrantes do Muspe para que as escolas estaduais sejam desocupadas pelos alunos.
SALÁRIO SAI HOJE
Recebem hoje os vencimentos de abril os servidores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, do Ministério Público do Rio e da Defensoria Pública. Este último órgão vai conseguir pagar os salários hoje em virtude do arresto efetuado ontem nas contas do estado no valor de R$ 49 milhões. A previsão era depositar o vencimento no dia 13 de maio.
REAJUSTE EM PAUTA
A Câmara dos Deputados aprovou ontem regime de urgência que acelera a tramitação do Projeto de Lei 2.648/15, que aumenta em cerca de 41,47% os salários dos servidores do Judiciário da União, de forma escalonada, em oito parcelas. A proposta terá impacto de R$ 1 bilhão nas contas do governo federal neste ano.
TRANSPORTE GRÁTIS
Transporte gratuito em ônibus intermunicipais, metrôs, trens e barcas para policiais civis e militares da ativa. Esse é o objetivo do Projeto de Lei apresentado pela deputada Martha Rocha (PDT) na Alerj. Pela proposta, mensalmente, os policias terão direito a 60 passagens no Bilhete Único. O texto altera a Lei 4510/2005.
EM DEFESA DA UERJ
A Associação de Docentes da Uerj (Asduerj) promove amanhã um ato em defesa da universidade, que está em greve desde o dia 7 de março. A manifestação acontece no Museu do Amanhã, Praça Mauá, às 9h. Será montada uma grande lona para abrigar aulas públicas e palestras, além de uma série de barraquinhas.
SEM COMO RETORNAR
O deputado estadual Edson Albertassi (PMDB) se reuniu com o reitor e os servidores da Uerj. Segundo os participantes, as aulas não teriam como retornar, mesmo com o fim da greve dos docentes e administrativos, por questões de limpeza e de segurança do campus devido ao atraso de salário dos terceirizados.
FIM DO BLOQUEIO
Líder do governo na Alerj, Albertassi levará ao governador Dornelles pedido de verba emergencial de custeio para Uerj. Os servidores querem o fim do bloqueio da chamada fonte 10 que são recursos da universidade. Eles pediram calendário fixo mensal de pagamento de bolsas de estágio e de prestadoras de serviços.

Pimentel/PT nomeia esposa a Secretária do Governo, indiciada pela PF, para dar foro privilegiado e não ser presa











O governador Fernando Pimentel nomeou a esposa Carolina de Oliveira Pereira Pimentel para o cargo de Secretária de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social. Com isso, Carolina passa a ter foro privilegiado no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, de acordo com a Constituição Mineira. (Art. 106, I, b)
Carolina é investigada junto com Fernando Pimentel na Operação Acrônimo, e teve despesas pessoas pagas por uma empresa investigada. Recentemente, a primeira-dama teve que depor na Polícia Federal. O próprio governador foi indiciado pela PF e o indiciamento foi mantido por decisão do Supremo Tribunal Federal.
Para nomear a esposa, Pimentel exonerou o secretário André Quintão. Com o foro privilegiado, eventuais ações contra Carolina devem ser julgadas pelo TJMG. A prerrogativa de foro não impede a secretária de ser presa, se houver autorização judicial.







Fonte: turmadochapeu.com.br – de 28/04/16







Seleções para cursos técnicos e superiores no IFFluminense










O Instituto Federal Fluminense está com inscrições abertas para os Processos Seletivos de Concomitância Externa e Vestibular 2016/2º semestre. Ao todo, estão sendo ofertadas 917 vagas, distribuídas entre Cursos Técnicos de Nível Médio e Cursos Superiores de Tecnologia, de Licenciatura e de Bacharelado nos campi do IFFluminense.
 Concomitância Externa 2016 – no Processo Seletivo de Concomitância Externa 2016/2º semestre, estão sendo ofertadas 573 vagas para os Cursos Técnicos de Nível Médio, nos campi Bom Jesus do Itabapoana, Cabo Frio, Campos Centro, Itaperuna, Macaé, São João da Barra e na Unidade de Formação de Cordeiro.
 Esta seleção é destinada a estudantes de escolas públicas, conforme o Art. 2º do Edital nº 85/2016, disponível em www.iff.edu.br . Os interessados deverão realizar sua inscrição, gratuitamente e exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico www.inscricoes.iff.edu.br , no período de 28 de abril a 25 de maio de 2016.
 As provas serão aplicadas no dia 26 de junho e o resultado final do Processo Seletivo será divulgado no dia 27 de julho de 2016.

 Vestibular 2016 – no Concurso Vestibular 2016/2º semestre, são ofertadas 344 vagas para os Cursos Superiores de Tecnologia, de Licenciatura e de Bacharelado, nos campi Campos Centro, Campos Guarus, Itaperuna e Macaé.
 As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico www.inscricoes.iff.edu.br , no período de 28 de abril a 25 de maio de 2016. A taxa de inscrição, no valor de R$50,00, deverá ser paga por Guia de Recolhimento da União (GRU).
 O Concurso Vestibular será realizado em duas fases: eliminatória e classificatória. As provas da 1ª fase serão realizadas no dia 26 de junho de 2016, e as provas da 2ª fase serão aplicadas nos dias 13 e 14 de agosto. A divulgação do resultado final está prevista para o dia 09 de setembro de 2016.
 Todas as informações estão disponíveis no Edital nº 86/2016, em www.iff.edu.br.

Curso de gastronomia atrai adeptos que desejam conquistar mercado de trabalho


Com o aumento na taxa de desemprego no país, em especial na Região dos Lagos – Rio de Janeiro, cresce a procura por novas qualificações profissionais, que atenda a demanda da região. Uma das apostas do momento para conquistar o mercado de trabalho tem sido os cursos de Gastronomia. 
Embora não haja um dado oficial sobre o aumento da procura por capacitações nessa área, especialistas do setor estimam crescimento de cerca de 50% da demanda na cidade nos últimos anos.
De acordo com a docente em gastronomia e diretora do Brasil Chef - Instituto Avançado de Gastronomia, Graça Albarado, a procura por cursos profissionalizantes tem aumentado porque as pessoas têm visto na gastronomia uma possibilidade de negócio. 

“A atual situação econômica do país, deixou pessoas desempregadas que vê na gastronomia uma possibilidade de de se qualificar para voltar ao trabalho, seja abrindo seu próprio negócio ou trabalhando para alguma empresa”, explica Graça.
Os proprietários de restaurantes também têm buscado fazer o curso para se requalificar e diferenciar da concorrência, para manter seus clientes, que tem se tornado cada vez mais exigente. Em cinco anos de curso em Búzios já foram formados mais de 5 mil alunos, e mais da metade já estão empregados em toda a região e na capital.
Como é o caso de Reginaldo Gonçalves, o Chef Regi, que antes mesmo de se formar já conseguiu trabalho em um conceituado restaurante em Búzios, e deu início ao serviço de buffet internacional, abrindo seu próprio negócio. 
“Sempre gostei de cozinhar, mas não trabalhava na área, e quando tive a oportunidade de fazer o curso, pude me qualificar neste setor tão exigente, onde aprendi muita técnica, que me proporcionou conseguir trabalhos nesta área, fazendo um sonho virar realidade”, conta emocionado o Chef Regi.

-- 


Tatiani Costa
Assessora de Imprensa
MTb 47.264/SP

Semana do MEI: Sebrae promove oficinas gratuitas no Noroeste





Entre os dias 02 e 07 de maio, o Sebrae/RJ promove, em todo o Estado, a oitava edição da Semana do MEI - Microempreendedor Individual. Serão oferecidas mais de 160 capacitações gratuitas, além de orientação sobre formalização, obrigações legais, preenchimento da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN), emissão do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS). O evento é destinado aos microempreendedores individuais e a potenciais empresários.

No Noroeste Fluminense a programação tem início na segunda, dia 02, e vai até quinta, dia 05, com oficinas nas cidades de Itaperuna, Bom Jesus do Itabapoana, Itaocara, Laje do Muriaé e Raposo (distrito de Itaperuna). As inscrições estão abertas e podem ser feitas no escritório regional do Sebrae em Itaperuna (Av. Cardoso Moreira, 948, Centro) ou pelo telefone (22) 3824-2020.

Um dos destaques é a palestra Inovação e Oportunidades na crise, dia 02, em Itaperuna, que mostra o empreendedorismo não apenas como alternativa de enfrentamento da crise e desemprego, mas como uma das principais atividades de geração de valor. “A geração de valor viabiliza a entrega de produtos de serviços inovadores desenvolvidos para satisfazer necessidades e expectativas dos clientes. Inovação é a exploração com sucesso (econômico) de novas ideias. Portanto, a junção do comportamento empreendedor utilizando da inovação para criação de valor é a chave do sucesso”, explica o coordenador regional Nelson Rocha Filho.

Outra palestra inédita é Facebook para Negócios, dia 03 em Itaperuna e dia 04 em Laje do Muriáe, que vai mostrar aos empresários como utilizar a rede social de maior amplitude no Brasil e no mundo para divulgar produtos e serviços e alavancar as vendas.

Na Semana do MEI todos os escritórios regionais do Sebrae/RJ intensificarão o atendimento ao MEI. A expectativa do Sebrae/RJ é atender a cerca de 11 mil pessoas em todo o estado, onde ocorrerão mais de 160 capacitações e oficinas. Atualmente, o Rio de Janeiro concentra mais de 811 mil microempreendedores individuais, desse total, 326 mil estão localizados no município do Rio e mais de 42 mil, em Duque de Caxias (dados de janeiro/2016).

Programação da Semana do MEI no Noroeste Fluminense:

SEMANA DO MEI – 2 A 6 DE MAIO DE 2016
CIDADE
ATIVIDADE
DATA
HORÁRIO
LOCAL



ITAPERUNA
Palestra: Passo a passo para formalização

Segunda
02/05
14h


Auditório do Sebrae
(Av. Cardoso Moreira, 948)
Oficina: Me formalizei e agora
16h
Palestra: Inovação e oportunidades na Crise
19h
Palestra: Facebook para negócios
Terça
03/05
19h

BOM JESUS DO ITABAPOANA
Palestra: Passo a passo para formalização  
Segunda
02/05
19h
Associação Comercial
(Rua XV de Novembro, 11)
Oficina: SEI controlar meu dinheiro
Terça
03/05
18:30h
ITAOCARA
Palestra Passo a passo para formalização
Terça
03/05
19h
Auditório da Prefeitura
(Rua Sebastião da Penha Rangel, 67)
LAJE DO MURIAÉ
Palestra: Facebook para negócios
Quarta
04/05
19h
Auditório do CIEP 343
(Rua Ferreira César, 572)
RAPOSO (distrito de Itaperuna)
Oficina: SEI controlar meu dinheiro
Quinta
05/05
18:30h
Salão Paroquial (Rua da Martinez Tojas, s/n – Centro)












Kellen Leal - Print Rio
Assessoria de Comunicação Sebrae/RJ
(21) 3212-1000   (21) 98498-1842