sábado, 24 de outubro de 2015

Justiça libera “cinquentinha” de CNH, mas o emplacamento é obrigatório


Matérias veiculadas nos principais telejornais da manhã de hoje, 20 de outubro, informavam que está suspensa temporariamente a exigência de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para os usuários de motonetas. Segundo informações divulgadas pela Associação Nacional dos Usuários de Ciclomotores (ANUC), a entidade entrou com uma ação civil pública, com pedido de antecipação de tutela, que foi ajuizada contra a União Federal em decisão liminar proferida pela juíza Nilcéa Maggy, da 5ª Vara Federal em Pernambuco.
Em seu comunicado, a ANUC informa que os proprietários de ciclomotores foram prejudicados pela a Lei 13.154, que entrou em vigor em 31 de julho de 2015. Pela lei, os ciclomotores – também conhecidos como “cinquentinha” – devem ser licenciados e os condutores portar CNH – Categoria “A” ou Autorização para Condução de Ciclomotores (“ACC''). Na prática, porém, os donos de ciclomotores não conseguiam a emissão da ACC junto aos Detrans (Departamento Estadual de Trânsito) e motoescolas.
Com base nessa alegação, a ANUC conseguiu a suspensão temporária da exigência da CNH ou ACC. Porém continua valendo a necessidade de emplacamento dos ciclomotores – que em sua grande maioria roda na clandestinidade. Segundo a Abraciclo, associação dos fabricantes do setor, entre 2010 e 2014 foram importadas mais de 650 mil unidades e a produção interna foi de 195 mil ciclomotores. Desse total, menos de 10% foram emplacados, segundo dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) (Por Equipe INFOMOTO).
1151_473_AOGUIDAO_CICLOMOTOR_02
Entre 2010 e 2014 foram importadas mais de 650 mil unidades deste tipo de veículo

Fonte: infomoto / imagem: Ilustrativa Internet

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

PROCON Estadual já autentica Livro de Reclamações obrigatório em todos os estabelecimentos do RJ e Santo Antonio de Pádua já funciona.

 








A Lei Estadual 6.613,de2013, criou o Livro de Reclamações que agora todos os estabelecimentos de bens e serviços do estado são obrigados a ter, e o consumidor pode exigi-lo para registrar sua reclamação. Segundo a lei, cabe ao Procon Estadual, ligado à Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), a fiscalização para verificar se os estabelecimentos estão adequados à nova norma. Operações de fiscalização deverão ser programadas para vistoriar seu uso, e inicialmente as ações deverão ser apenas informativas, explicando aos donos dos estabelecimentos sobre a nova lei. A autarquia já autenticou livros de reclamações de 19 empresas do estado.

De acordo com a lei, as reclamações serão registradas no livro em três vias. Uma delas será enviada ao Procon Estadual em, no máximo, 30 dias após seu preenchimento. A 2ª via ficará com o consumidor e a última com o próprio estabelecimento. Caso o Livro de Reclamações não seja disponibilizado ao consumidor, este pode denunciar o caso na Delegacia do Consumidor (Decon). Segundo a lei, não será aceita justificava para a ausência do livro e o estabelecimento que não o possuir poderá ser interditado.













A casa de Saúde Pio XII segue as normais exigida pelo Procon

 È  desta forma que o livro deve ficar a vista do consumidor

Este é o formulário que deve ser preenchido no estabelecimento








Em santo Antonio de Pádua o consumidor já pode fazer sua reclamação direta no estabelecimento, os livros têm que ficar a vista e todo cliente deve ser informado para ser for necessário fazer uso do mesmo. Muitas lojas atendem mal, principalmente na compra de um utensílio  o prazo de troca e entrega de um produto novo não  é respeitado quando vem com defdeito,recomendam ao cliente enviar para garantia o que é errado a troca é um direito do consumidor.

Reclamações também de casas de saúde podem ser feita.


quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Rioprevidência não acerta os atrasados e decepciona pensionistas!





Nos últimos anos, o Rioprevidência revisou cerca de 60 mil benefícios de pensionistas de servidores estaduais. Com essa atualização de valores, os dependentes dos funcionários já mortos passaram a ter o direito de receber os retroativos dos últimos cinco anos. No entanto, esse acerto de contas até hoje não foi feito e tem tudo para demorar ainda mais. De acordo com o Rioprevidência, não há prazo para efetuar o pagamento dos atrasados.
Macia Nogueira , de 57 anos, é uma dessas pensionistas. Ela teve seu benefício reajustado há um ano, mas nunca recebeu a quantia retroativa.
A atualização das pensões do funcionalismo estadual terminou em 2010. Foram revisados benefícios nos quais o Rioprevidência encontrou alguma defasagem e também os casos de pensionistas que entraram com processos administrativos. Na oportunidade, o aumento médio para quem foi beneficiado pela revisão foi de 97%

O órgão prometeu pagar em setembro de 2015 o que não ocorreu e agora muda sua versão e responde a pensionista que o processo foi para arquivo e sem previsão de pagamento veja a resposta da ouvidoria.






"Prezada Senhora, o Rioprevidência informa que no momento está impossibilitado de proceder às revisões de pensão de órgãos que tiveram o reajuste parcelado, Isto ocorre porque o novo sistema de pensão SIGRH entrou em operação sem que esta funcionalidade estivesse finalizada. O Rioprevidência destaca que tem trabalhado com o máximo de afinco para, junto à SEPLAG (Secretaria de Planejamento e gestão) - que é o órgão responsável pela implantação e correção do sistema - sanar esta pendência o quanto antes. Desta forma, os processos que estão na sua situação ficam sobrestados no Arquivo e, assim que a SEPLAG corrigir o sistema, retornam para análise nos devidos setores. O Rioprevidência agradece sua compreensão. Ouvidoria do Rioprevidencia.






A pensionista protocolou uma denuncia ,revoltada com a falta de respeito do órgão.

                                         

PROTOCOLO: OUV005473-1015

TIPO DE MANIFESTAÇÃO:  Denúncia





Reativado: Conselho Municipal de Segurança elege nova Diretoria Executiva em Pádua


Representantes do 36 Batalhão e da Policia Civil









Reativado o Conselho de Segurança Pública População  e autoridades deveriam participar mais com a presença nas reuniões em prol da segurança do município.



Na manhã desta quarta – feira (21), tomou posse a nova diretoria do Conselho Municipal de Segurança (CMS) de Santo Antonio de Pádua. A Comissão que tem a finalidade de propor medidas e atividades que visem promover a segurança da população da cidade. O encontro foi realizado na sala de reuniões do 36 batalhão de Pádua  a convite do Comandante da Primeira Cia Marcos Vinicius da Silva Nagem. Estiveram presente os Vereadores Eltinho,Dudu e demais representantes da sociedade paduana.


Considerando a necessidade de reimplantação do  CCS,previsto   no capitulo 6,anexo II,da Resolução SSP 263 de 27 07 1999.



A nova diretoria ainda esta sendo constituída,mas já foi confirmado o nome do presidente e vice.

1.  Jacyr Julio Matiello (Procurador) – Presidente 
2.   Claudevan Silva       – Vice – presidente 





As reuniões do CCS serão abertas ao público, devendo realizar-se em local de fácil acesso à comunidade.   



§ 1º - Os membros do CCS reunir-se-ão, ordinariamente, em sessão plenária, uma vez por mês, e excepcionalmente, quando o interesse da comunidade assim o exigir. 
§ 2º - Reuniões ordinárias às quais compareçam, além dos membros natos, até dois membros efetivos, serão suspensas por falta de quorum, registrando-se o fato em ata.  
§ 3º - O Presidente, ouvidos os membros natos, poderá convocar reuniões de trabalho quando o interesse público assim o exigir, às quais terão acesso, exclusivamente, os membros da diretoria e pessoas especialmente convidadas.  
§ 4º - A participação de representantes das unidades de polícia especializada, ocorrerá nos seguintes casos:
I – Como membros efetivos: nas Áreas Integradas de Segurança Pública onde a sua atuação é constante.
II – Como membros participantes: mediante solicitação do Presidente e ouvidos os membros natos, quando a natureza dos problemas apontados requerer uma atuação daquelas unidades.  
Artigo 33 - O Presidente de CCS deverá dirigir a reunião ordinária, segundo uma pauta-padrão contendo o seguinte:  
I - Abertura pelo Presidente.  
II - Composição da mesa.  
III - Leitura e aprovação da ata da reunião anterior.   
IV – Apresentação dos dados estatísticos do mês anterior 
V - Prestação de contas das tarefas distribuídas nas reuniões anteriores.   VI – Apresentação do tema principal a ser tratado. 
VII - Assuntos gerais.    
VIII - Palavra livre com inscrição prévia junto à mesa.  
IX - Síntese dos assuntos tratados e comunicação da próxima reunião. 
X – Consignação, em atas ou relatórios, das ações seguintes a serem desenvolvidas.  
XI - Encerramento.   
§ 1º - A duração da reunião ordinária não deverá exceder a duas horas, comunicando-se ao plenário, no início da mesma, o horário estipulado para seu término. 
§ 2º - As decisões dos temas tratados em reunião serão tomadas, sempre que cabível, por votação aberta, da qual poderão participar os membros efetivos presentes. 
§ 3º - A presença dos membros natos à reunião mensal do CCS será obrigatória, devendo ser representados em qualquer impedimento. Neste caso, deverão constar na ata o nome do representante e o motivo da ausência do membro nato. 
§ 4º - As ausências constantes de membros natos às reuniões, deverão ser comunicados pelo Presidente ao Coordenador, através de ofício. 
§ 5º - Na apresentação dos dados estatísticos serão abordados obrigatoriamente os itens publicados pela SESP, em Diário Oficial, referentes ao mês mais recente. Caberá ao ISP fornecer relatórios analíticos para subsidiar as discussões sobre as incidências mensais da área. 
§ 6º - Os membros natos poderão produzir informações quantitativas próprias no intuito de esclarecer fatos específicos relacionados à área em questão. 
Artigo 34 - As denúncias que possam importar em risco à incolumidade física ou à integridade moral do autor ou de outrem deverão ser formuladas sigilosamente ao Presidente do CCS ou aos membros natos, fora do plenário da reunião e em local reservado. 
Artigo 35 - É proibida a extração de listagens com dados pessoais de membros do CCS para fornecimento a terceiros, exceto com a autorização expressa dos identificados. 

Artigo 36 - Todo CCS deverá indicar um endereço para sede, administração, remessa de correspondência e, se possível, atendimento à comunidade, mantendo-o atualizado junto ao Coordenador.
































terça-feira, 20 de outubro de 2015

Prazo Final para isenção no IFFluminense


 O prazo para solicitar isenção do pagamento da taxa de inscrição do Processo Seletivo e Concurso Vestibular 2016 do Instituto Federal Fluminense termina no dia 23 de outubro. Poderão solicitar os candidatos que comprovarem cumulativamente: renda familiar per capita igual ou inferior a um salário-mínimo e meio (R$1.182,00); ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada. Para o Processo Seletivo de Ingresso nos Cursos Técnicos de Nível Médio, o valor da taxa de inscrição é de R$ 15,00 e para o Vestibular, é de R$ 50,00.
 O IFFluminense está com inscrições abertas para diversos Cursos Técnicos de Nível Médio (Edital nº 104) e Superiores de Bacharelado, Tecnologia e Licenciatura (Edital nº 105), até o dia 06 de novembro de 2015 no Portal de Inscrições www.inscricoes.iff.edu.br ou presencialmente no campus onde é oferecido o curso.
 São 3388 vagas para os Cursos Técnicos em Agropecuária, Alimentos, Química, Informática, Meio Ambiente, Cozinha, Eletromecânica, Eventos, Hospedagem, Petróleo e Gás, Automação Industrial, Edificações, Eletrotécnica, Mecânica, Estradas, Telecomunicações, Segurança do Trabalho, Eletrônica, Farmácia, Enfermagem, Administração e para os Eixos Tecnológicos nas áreas de Recursos Naturais, Infraestrutura, Produção Industrial, Controle e Processos Industriais, Gestão e Negócios.
 As outras 484 vagas são para os Cursos Superiores de Tecnologia: Ciência e Tecnologia de Alimentos, Hotelaria, Design Gráfico, Telecomunicações, Manutenção Industrial; Licenciatura: Biologia, Física, Química, Educação Física, Geografia, Letras (Português-Literaturas), Matemática, Teatro, Música; Bacharelado: Engenharia de Controle e Automação, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Elétrica, Engenharia da Computação, Sistemas de Informação e Engenharia Ambiental.
 Jovens e Adultos: Foi divulgado nesta segunda-feira, 19, o edital do Processo Seletivo de Ingresso nos Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio namodalidade da Educação de Jovens e Adultos. Esta seleção está aberta aos candidatos que comprovarem: idade mínima de 18 anos; conclusão do Ensino Fundamental ou que estejam concluindo o 9.º ano do Ensino Fundamental no ano de 2015; ou certificado de conclusão do Ensino Fundamental com base no resultado do ENCCEJA ou de exames de certificação de competência ou de avaliação de jovens e adultos realizados pelos sistemas públicos de ensino.
 As inscrições são GRATUITAS e poderão ser realizadas até o dia 19 de novembro de 2015 pelo endereço eletrônico ou presencialmente nocampus em que deseja concorrer, preenchendo a ficha de inscrição e o questionário socioprofissional, conforme orientações do Edital nº 103/2015.
 São oferecidas 275 vagas para os cursos de Logística (Santo Antônio de Pádua), Segurança do Trabalho (Quissamã), Eletrotécnica (Itaperuna e Macaé), Meio Ambiente e Eletrônica (Guarus).
 Outras informações em www.iff.edu.br .

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

MUNICÍPIO DE PORCIÚNCULA REALIZA PODA DE ÁRVORES PARA PREVENÇÃO DE DESASTRES




















O município, através de suas secretarias de Defesa Civil e Meio Ambiente, deve manter as árvores, plantadas nos espaços públicos, podadas e livres de praga. Esta é uma importante ação de prevenção, que também requer a participação de todos os cidadãos.

As árvores, como os pés de jambo, por exemplo, podem oferecer boa sombra, beleza, frutos doces e perfumados, mas quando alcançam altura superior ao telhado das casas, passam a oferecer riscos para a população, principalmente em dias tempestuosos.

Uma árvore pode ser um excelente para-raios natural. Além de oferecer riscos de descarga elétrica aos pedestres e moradores próximos, também apresenta riscos de queda sobre fiações provocando interrupções no fornecimento de energia elétrica e nas comunicações telefônicas. Pode cair sobre casas e carros, danificando-os; e também sobre o próprio transeunte, seja pela força do vento, seja pela instabilidade do terreno em dias chuvosos, seja pela ação de pragas como cupins.

O poder público tem o dever de zelar pela manutenção das árvores plantadas nos espaços públicos, mantendo-as em baixa altura para que em dias tempestuosos seus munícipes não venham a sofrer tais consequências. O mesmo deve ocorrer com as árvores urbanas localizadas nos terrenos particulares. Neste caso é dever do cidadão manter suas árvores manutenidas (podadas), pois as consequências são ainda piores.

O risco de uma descarga elétrica ocorrer sobre uma árvore é grande, com sérios danos ao ser humano: queimaduras, atrofiação dos músculos, incapacidade física e funcional, e até a morte. Sem contar com prejuízos ao patrimônio, como incêndios e curtos circuitos, que podem danificar redes elétricas e equipamentos eletroeletrônicos.

Outro fator importante é, que em dias tempestuosos, as árvores caídas nos logradouros públicos e residências, além da destruição dos patrimônios, podem obstruir as ruas e desabrigar pessoas. Por todas essas razões, a manutenção de nossas árvores é, além de um fator estético, uma medida preventiva de grande importância para proteção e segurança da sociedade.

Gláucio Mansur
Secretaria de Defesa Civil
Prefeitura de Porciúncula


Audiência Pública da Comissão de Educação sobre as Emendas à Lei Orçamentária Anual 2016 para o Ensino Básico‏

Dando continuidade ao debate sobre as emendas para a Lei Orçamentária Anual, a Comissão de Educação da Alerj, presidida pelo deputado Comte Bittencourt, realiza audiência pública, nesta quarta-feira (21/10), às 10h, com representantes dos sindicatos, da Secretaria de Estado de Educação e da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) para que apresentem as demandas para o ano que vem na Educação Básica.
Pela primeira vez estamos realizando uma audiência com representantes da Seeduc, da Faetec e do Sepe, da Uppes, do sindpefaetec e da Atfaetec com o intuito de auxiliar, através de emendas à Lei Orçamentária Anual, o ensino básico do nosso Estado. Acreditamos que escutar o profissional que está no dia a dia na rede é a melhor maneira para criarmos essas emendas”, concluiu Comte.
AUDIÊNCIA PÚBLICA DA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO SOBRE AS EMENDAS À LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL 2016 PARA O ENSINO BÁSICO
Data: 21/10/2015
Hora: 10h
Local – Rua dom Manuel, s/n° - sala 316 do Palácio Tiradentes – Centro do Rio de Janeiro

Cruz Vermelha aplica curso de Primeiros socorros em Pádua


















No dia  08 outubro, a Cruz Vermelha Brasileira contribuiu com a qualificação profissional do Policial Militar do 36º BPM . Na ocasião foram ministradas uma série de instruções práticas e teóricas de Primeiros Socorros pelo instrutor Marcos Guedes de Freitas e pelo monitor Patrick do Nascimento.
Na atividade foram abordadas técnicas, tais como imobilizações, meios de fortuna, RCP e transporte de vítimas. Ao final, os instrutores receberam os agradecimentos do CMT 36º BPM TEN CEL PM CASTELANO, pela instrução realizada aos militares.


-- 
Setor de Relações Públicas – P/5 do 36º BPM





























Servidores de Pádua em greve


















Segundo representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Santo Antonio de Pádua, cerca de 250 dos 110 servidores efetivos do município estão paralisados em busca de um acordo com a administração para conseguir abono salarial, reposição das perdas e aplicação do Plano de Carreiras. Na manhã de terça-feira  13 de outubro de 2015

, eles fizeram uma manifestação nas ruas centrais da cidade, com cartazes e alguns com nariz de palhaço. Um dos representantes dos servidores, pedindo anonimato, para evitar retaliação, disse que a dificuldade de um acordo está na intenção de o prefeito querer agradar apenas os servidores da educação, que congrega cerca de 700 dos concursados municipais e, com isso, enfraquecer o Sindicato, com quem Josias teria dito que “não negocia”.




Fonte: A Folha de Pádua


Noroeste Fluminense terá oferta de 900 vagas para capacitação profissional


Usina Hidrelétrica de Itaocara (UHE Itaocara I) e SENAI Rio – Unidade de Santo Antônio de Pád
ua assinam convênio para a realização de nove cursos que capacitarão à mão de obra local dos municípios da área de abrangência do empreendimento
Mesmo antes do início das obras, previsto para o primeiro trimestre de 2016, a construção da Usina Hidrelétrica Itaocara I já começa a promover oportunidades para a população dos municípios da área de abrangência do empreendimento: Aperibé, Cantagalo, Itaocara e Santo Antônio de Pádua, no Rio de Janeiro, e Pirapetinga, em Minas Gerais. O convênio assinado entre a UHE Itaocara I e o SENAI-RJ prevê 900 vagas, em 40 turmas de nove cursos de formação profissional que promoverá a qualificação da mão de obra da região.
Os cursos começarão no dia 26 de outubro próximo com a primeira turma de Técnicas de Instalações Elétricas para Obras, que acontecerá nas dependências do Senai/RJ, em Santo Antônio de Pádua, e terminarão em junho de 2016. Em média, os cursos terão carga horária de 100 horas e os candidatos deverão comprovar ter mais de 18 anos e escolaridade mínima até o 5º ano do ensino fundamental. Não haverá prova de seleção, mas será levada em consideração a experiência profissional e disponibilidadedo candidato.
Os turnos das aulas serão manhã, tarde ou noite, e para facilitar o acesso dos interessados, a UHE Itaocara I firmou parceria com as cinco secretarias de Assistência Social que funcionarão como pontos de coleta de currículos e fichas de inscrição. A Usina fará a pré-seleção dos candidatos e encaminhará a documentação posteriormente ao SENAI Pádua para efetivação das matrículas.O convênio com o SENAI/RJ faz parte do Programa de Formação de Mão de Obra, uma das 43 ações previstas no Plano Básico Ambiental (PBA), que serão acompanhadas pelo IBAMA, órgão responsável pelo licenciamento ambiental da Usina.
Dos locais para realização dos cursos, quatro já estão definidos: em Santo Antônio de Pádua, unidade do SENAI local; em Aperibé, Escola Municipal Oliveiros; em Cantagalo, CEDERJ e Escola Municipal Lameira de Andrade; e em Itaocara, as aulas teóricas serão no CETEP (Centro de Educação Tecnológica e Profissional), faltando apenas definir o espaço para as aulas práticas. Em Pirapetinga, falta definir os locais onde acontecerão as aulas práticas e teóricas. Os estudantes que residem fora da cidade onde acontecerão os cursos terão transporte gratuito até o local.
CURSOS OFERECIDOS:
• Técnica de Montagem de Armação para Estrutura de Concreto (100 horas) – cinco turmas de 24 alunos. Requisito mínimo: 18 anos e 5º ano do Ensino Fundamental;
• Técnica de Montagem de Formas Trepantes para Concreto (100 horas) – dez turmas de 24 alunos; Técnica de Execução de Alvenaria e Vedação/Estrutural em Blocos de Concreto (100) – três turmas de 21 alunos. Requisito mínimo: 18 anos e 5º ano do Ensino Fundamental.

Santa Cruz recebe Prefeitura em Ação



























Foi realizado na última Sexta Feira no distrito de Santa Cruz, o projeto Prefeitura em Ação, com o objetivo de encurtar e melhorar a qualidade dos serviços públicos em diversos pontos do município. Para isso, todas as secretarias, departamentos e setores estiveram presentes com estandes, atendendo a população e solucionando problemas referentes à administração municipal no distrito. 
O evento foi idealizado pelo Prefeito Municipal de Santo Antônio de Pádua Josias Quintal de Oliveira.
“A Prefeitura em Ação tem o objetivo aproximar a população de nós, administradores do município e também de conhecermos ainda mais as necessidades de cada localidade e se possível, atende-las de forma imediata”, disse Josias Quintal.
Em Santa Cruz, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social realizou diversos atendimentos, entre eles a entrega de Cadeiras de Rodas, cadastramento e visitas a diversos moradores do distrito.
A Subsecretaria de habitação, que pertence a Secretaria de Assistência de Desenvolvimento Social, fez a entrega de Títulos de Posse a Diversos moradores residentes na localidade.
“Este é apenas um documento de posse, que torna a propriedade legítima do dono, as escrituras sairão em breve, porém depende de trâmites da Câmara Municipal”, explicou a Secretária Maria Tertuliana.
Ainda em Santa Cruz, o Prefeito Josias Quintal inaugurou mais uma Academia Popular e falou sobre a sua satisfação em poder inaugurá-la no distrito e também falou sobre uma das grandes necessidades do distrito que é a Capela Mortuária, que já está em fase de construção. 
O Distrito de Santa Cruz vem recebendo investimento do Governo Municipal, e lá já foram feitas reformas no Posto de Saúde e também instalação de repetidora de telefone móvel, além de outras reformas e obras.
O evento contou com a presença da população de Santa Cruz, do Prefeito Josias Quintal de Oliveira, da primeira dama e Secretária Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, do Chefe de Gabinete Dr. Ricardo Silva Miguel, Secretários Municipais, além das Vereadoras Masa, Vanderléia Marques e Maria Dib, e dos Vereadores Eltinho Brum e Alexandre Brasil.

Texto/Foto – Ascom Pádua

MENINO DE 04 ANOS COMEMORA SEU ANIVERSÁRIO NO 36º BPM







Na última sexta-feira (09/10/15), o 36º BPM em Santo Antônio de Pádua realizou uma homenagem aos aniversariantes dos meses de setembro e outubro. Nesta data, o menino Matias, filho do Subtenente Carlos, também comemorou o seu quarto aniversário com direito a bolas, bolo, vela e presentes. Matias que vê em seu pai a figura de um herói, comemorou juntamente com sua família com muita alegria. Ele já sonha em ser Policial Militar quando crescer. Era notável a alegria e satisfação de Matias em meio aos “Amigos”, como se refere aos Policiais. O Subcomandante da Unidade, Major Rodrigo, ofereceu-lhe um presente em nome do comandante da Unidade, Tenente Coronel Eduardo Vaz Castelano, e de todo o efetivo do 36º BPM. 
“Parabéns ao Matias. Que Deus o ilumine e o proteja sempre, o tornado acima de tudo e da profissão que abraçar um grande homem”- Disse o Tenente-Coronel Castelano. Em vídeo o menino faz um agradecimento especial pela festinha.


-- Imagem em anexo
Setor de Relações Públicas – P/5 do 36º BPM

Ocorrências Policias do 36 Batalhão de Padua

PRISÃO POR TRÁFICO DE DROGAS









Na noite de quarta-feira (14/10/15), agentes do Serviço de Inteligência do 36º BPM juntamente com Policiais Militares da 1ª Companhia abordaram A.S.S.F. que confessou estar foragido da Justiça e que possuía uma quantidade de drogas em sua residência na Rua São João Batista, Bairro Tavares em Pádua. Após revista no referido local, os PMs encontraram 30 papelotes de cocaína, 27 pedras de crack, 01 caderno de anotações do tráfico 01 faca, R$ 100,00 em dinheiro e 01 celular. A ocorrência foi encaminhada à 136ª DP de Pádua onde A.S.S.F. foi autuado no artigo 33 da lei 11.343/06.

-- -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------





Na sexta-feira (09/10/15), em cumprimento a Mandado de Busca e Apreensão na localidade de Jaguarembé, Distrito de Itaocara, Policiais Militares da 2ª Companhia detiveram uma mulher e apreenderam 51 papelotes de cocaína, 5 envólucros grandes de cocaína,12 envólucros grandes de maconha, 1 tablete grande de maconha, 1 balança de precisão,além de diversos materiais para endolação. A ocorrência foi encaminhada para a 135 DP de Itaocara.








_____________________________________________________________________








Posse Irregular de Arma de Fogo - 36º BPM‏






Policiais Militares do Policiamento Tático Móvel do 36º BPM, composta pelo SGT PM LUIZ, SGT PM ANDRÉ e CB PM NUNES juntamente com guarnição do setor "J" composta pelo SGT PM ALESSANDRO e SD PM DAYANE, procederam no dia 08/10/2015 por volta das 17:00 hs até a localidade da Estrada Itaocara, Bairro Caeté no Município de Itaocara, para verificar denúncia de porte ilegal de arma de fogo, na residência do Sr. LUIZ HENRIQUE, vulgo "DIM", que chegando ao local fez contato com o acusado, onde o mesmo franqueou a entrada em sua residência e que após buscas, guarnições lograram êxito em encontrar uma espingarda calibre 20, uma garrucha calibre 38, 18 cartuchos intactos e cheios de calibre 36, 4 cartuchos de calibre 36 deflagrados, 09 cartuchos cheios de calibre 20, 51 cartuchos de calibre 20 vazios, 02 potes de pólvora, 02 frascos de chumbo, 01 espingarda de chumbo calibre 5.5 e 01 caixa com 10 chumbos calibre 5.5. Que conduziu o acusado com o material para 135 DP, onde apresentou o fato ao Inspetor Geordano que fez contato com Del Pol e está aguardando definição dos fatos.

-- 
Setor de Relações Públicas – P/5 do 36º BPM