terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Acidente envolvendo moto e vaca na estrada que liga Pádua x Miracema

Acidente envolvendo uma moto e um boi, na estrada Pádua X Miracema, próximo ao Miracema Campestre Clube, em frente a entrada da casa do Zeinha Couto. O motorista mora em Miracema e trabalha em Pádua no mercado Santo António. O condutor da moto, teve ferimentos leves. PMs do BPRV, estão no local.






Cmo informação: Nelson Barros / Fotos enviadas por um leitor.

Trem turístico entre Rio e Minas deve entrar em operação em 2018

Com cerca de 120 quilômetros de extensão, o percurso passará por um total de oito estações


Rio de Janeiro e Minas Gerais vão entrar nos trilhos muito em breve. Os dois estados da Região Sudeste se preparam para finalmente dar início às operações do Trem Rio-Minas. A futura linha turística vai ligar a cidade fluminense de Três Rios e a mineira Cataguases. A previsão é que o novo serviço entre em funcionamento no segundo semestre de 2018.
Foto divulgação AMIGOS DO TREM 
Com cerca de 120 quilômetros de extensão, o percurso do Trem Rio-Minas passará por um total de oito estações, que ficarão nos municípios de Três Rios (RJ), Chiador (MG), Sapucaia (RJ), Além Paraíba (MG), Volta Grande (MG), Recreio (MG), Leopoldina (MG) e Cataguases (MG). "Será o primeiro trem turístico interestadual", adianta Paulo Henrique Nascimento, presidente da ONG Amigos do Trem, que está à frente do projeto.
Ainda segundo ele, as viagens do Trem Rio-Minas serão realizadas aos sábados, domingos e feriados. Uma composição fará o trecho Três Rios-Cataguases, enquanto uma outra cumprirá o sentido inverso, ambas com partidas programadas para 9 horas da manhã. Cada um dos percursos deverá durar cerca de duas horas e cinquenta minutos. "Vamos resgatar um meio de transporte que, infelizmente, foi paralisado na década de 1980, além de manter preservado todo um patrimônio histórico, que são as estações", destaca Nascimento.
Fruto de um investimento de mais de R$ 800 mil, a composição do Trem Rio-Minas que fará o trajeto Três Rios-Cataguases deverá ter capacidade para transportar até 560 passageiros. Ela será composta de uma locomotiva modelo G12, um vagão gerador, dois vagões lanchonete/restaurante, cinco para classe turística e um para pessoas portadoras de deficiência.
Já a composição do trecho Cataguases-Três Rios terá também uma locomotiva, quatro vagões de classe turística e um de buffet, que, ao mesmo tempo, será gerador de energia. A capacidade deverá ser de até 320 passageiros. Todas estão sendo reformadas na oficina da ONG Amigos do Trem, localizada na cidade de Recreio, que conta com uma equipe com 12 funcionários. "Os vagões operavam no trecho Vitória-Belo Horizonte e eram utilizados até 2015. Foram fabricados na Romênia e iriam para a África, mas acabaram sendo adquiridos especificamente para o nosso trajeto", vibra Nascimento.
geração de empregos
De acordo com Paulo Henrique do Nascimento, com o início das operações do Trem Rio-Minas, deverá ser gerado cerca de 500 empregos diretos e indiretos. O presidente da ONG Amigos do Trem ainda acrescenta que já estão sendo realizadas negociações com diversas empresas de turismo para a criação de futuros pacotes de viagens. "Acreditamos que o setor turístico das cidades será devidamente beneficiado", opina.
Empolgado, Nascimento adianta que, a médio prazo, existe a possibilidade do Trem Rio-Minas ganhar até mesmo um novo ramal. Com cerca de 40 quilômetros, o futuro trecho teria, inicialmente, três estações Santo Antônio de Pádua, no Estado do Rio, e Palma e Recreio, ambas em Minas Gerais. "É o ramal que antigamente chegava até Campos dos Goytacazes", ensina.

Fonte: O DIA

Viatura da PM é depredada

Confusão começou quando policiais apuravam denúncia anônima na localidade; Um adolescente foi detido

   Um adolescente de 15 anos foi apreendido na noite desta segunda-feira (23) após uma confusão generalizada no Juca Rocha, em Itaocara. Uma viatura da PM chegou a ser depredada.

   Policiais teriam subido o morro para verificar uma denúncia anônima e moradores teriam se revoltado com a presença da Polícia na localidade. Alguns moradores chegaram a atirar paus e pedras contra uma viatura da Polícia Militar, que teve o vidro traseiro destruído e a lataria amassada. O reforço policial foi acionado para controlar a situação e um adolescente de 15 anos foi detido.

   O caso foi registrado na 135ª Delegacia Legal de Itaocara. Segundo a Polícia Civil, o menor foi autuado em flagrante por desacato, desobediência, dano ao patrimônio público e resistência. Ele foi encaminhado hoje ao Ministério Público, que decidirá sua situação. O Conselho Tutelar de Itaocara acompanhou a ocorrência com o menor. A viatura da PM danificada não poderá circular até que seja consertada.

Fonte: Folha Itaocarense

Acidente deixa um morto após tombar caminhão na Serra de Teresópolis

Pistas da BR-116 foram fechadas para retirada da vítima e reabertas às 7h50m.
                               

Um ajudante que se encontrava na cabine morreu ao tombar com o caminhão na Serra de Teresópolis (BR-116), na manhã desta segunda-feira. O acidente aconteceu por volta das 6h20m, no quilômetro 102 da rodovia, em Guapimirim. O condutor ainda não foi identificado. Às 7h50m, as pistas foram liberadas nos dois sentidos e o trânsito flui normalmente.  Uma faixa da pista de subida ainda estava com uma faixa ocupada por veículos do Corpo de Bombeiros, da PRF e do resgate médico. O motorista do caminhão com um ajudante foram encaminhados para o Hospital em estado grave. Um terceiro ocupante ainda não identificado, segundo testemunhas um ajudante, morreu no local.







Motorista morre na RJ-116, entre Pádua e Aperibé, suspeita é de que o motorista tenha sofrido um mal súbito e se acidentado

Um motorista de 54 anos morreu na manhã desta segunda-feira (22) na RJ-116, entre Santo Antônio de Pádua e Aperibé. A hipótese é de que a vítima tenha passado mal e se acidentado no trecho próximo a "Curva do Jacaré", limite entre os dois municípios.

   O Corpo de Bombeiros de Santo Antônio de Pádua chegou a ser acionado por volta das 7h, mas os militares encontraram o motorista já sem vida. O corpo foi removido pelo rabecão para o Instituto Médico Legal de Itaperuna, que irá determinar a causa da morte. 

   O caso foi registrado na 136ª Delegacia Legal de Santo Antônio de Pádua. A identidade da vítima não foi informada.

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Suspença temporariamente a posse da deputada federal Cristiane Brasil !!!!!


             



Em uma nova derrota para o Palácio do Planalto, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, decidiu (PTB-RJ) como ministra do Trabalho,suspender temporariamente a posse da deputada federal Cristiane Brasil  que estava marcada para ocorrer às 9 horas desta segunda-feira, 22.
 A decisão da presidente do STF foi feita no âmbito de um processo movido por um grupo de advogados trabalhistas.

 Movimento dos Advogados Trabalhistas Independentes (Mati) informou na noite de sábado, 20,que entrou com um pedido de liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) para reverter a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que autorizou a posse da deputada Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho
O grupo é o mesmo que moveu a ação popular que suspendeu a posse de Cristiane por duas semanas.

A reclamação do grupo ao Supremo Tribunal Federal (STF) foi distribuída eletronicamente para o ministro Gilmar Mendes. 
No entanto, o recurso deve ser analisado pela presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, que está de plantão no recesso do Judiciário. 
A informação consta no sistema virtual de consultas de processos do STF. Nos bastidores, sabe-se que o governo estava evitando entrar com recurso no Supremo justamente para evitar que Cármen Lúcia vetasse a posse.






Cristiane, que é deputada federal pelo PTB do Rio de Janeiro e filha de Roberto Jefferson, presidente do PTB e condenado no mensalão, foi indicada pelo presidente Michel Temer para assumir o Ministério do Trabalho no lugar de Ronaldo Nogueira, que pediu demissão no fim do ano passado para se dedicar às eleições deste ano.

Subsecretário de Saúde é casado com sócia de fornecedor da prefeitura



O ortopedista João Berchmans (á direita, em pé), nomeado pelo prefeito Marcello Crivella (Foto: Divulgação)


Em meio à crise nos hospitais municipais, que se agravou no fim do ano passado, o prefeito Marcelo Crivella pôs a culpa nas Organizações Sociais (OSs), embora o problema também atinja unidades administradas diretamente pelo município. Para cuidar da gestão das OSs, Crivella tirou da manga o nome do ortopedista João Berchmans Iorio de Araújo, de 55 anos, nomeado pelo prefeito ao cargo de subsecretário de Saúde Complementar.
 No entanto, o médico, que um dia antes de assumir a nova função, 4 de janeiro, foi demitido justamente de uma organização social. Ele responde à sindicância instaurada na própria pasta pelo fato de sua mulher, Nathaly Cazarotto, ser sócia de uma empresa que fornece próteses para hospitais, inclusive o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, o qual Berchmans foi diretor até o ano passado. Nos corredores da sede da prefeitura, na Cidade Nova, o comentário é de que ele estaria cotado para substituir o atual secretário de Saúde, Marco Antônio de Matos, no comando da pasta em uma reforma administrativa que está sendo planejada por Crivella.



Ao GLOBO, o subsecretário admitiu que a esposa tem contratos na área de ortopedia, sua especialidade, com a prefeitura, há dez anos. Ele ressaltou, porém, que eles são casados desde 2016.
- Nossos CPFs são separados. Ela tem a empresa dela antes de eu aparecer em sua vida. Ela participa dos chamamentos públicos da prefeitura de maneira completamente idônea e transparente, assim como outras empresas do ramo. A tabela é do SUS. Na prefeitura do Rio, há anos que o preço é tabelado. O cargo de subsecretário não tem ingerência sobre a compra de produtos - justificou o subsecretário.
Na rotina de ortopedista, o caminho de Berchmans já tinha cruzado com o da família do prefeito. O próprio subsecretário admite ser amigo pessoal, há 15 anos, de uma sobrinha-neta do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal e tio de Crivella. Ele contou que, há cinco anos, a pedido dela, operou a irmã do Bispo Macedo, conhecida como tia Elcy. Ela foi operada numa clínica na Tijuca.
- Esse cunho político é uma coisa triste. Eu sou uma pessoa que trato todo mundo. Na sede da prefeitura, todo mundo quer a minha ajuda - afirmou o ortopedista, afastando a possibilidade de ter sido escolhido pela relação com o tio de Crivella.
Para o professor Manoel Messias Peixinho, especialista em direito administrativo da PUC-Rio, há "um claro conflito de interesses”, uma vez que a esposa de Bechmans fornece materiais às unidades municipais de saúde, sendo ele subsecretário de Saúde. Segundo ele, a conduta do ortopedista como ex-empregado de OS e a recém nomeação para fiscalizar justamente essas organizações, se enquadra juridicamente no caso de improbidade administrativa, por ferir aos princípios previstos na Lei 8429/92 (Lei de Improbidade Administrativa).
— Como gestor público, ele não pode ter a mulher fornecendo produtos para a administração pública a qual pertence. Há um claro conflito de interesses. Ou ele pede exoneração, ou ela sai da empresa. Ela também pode deixar de fornecer materiais para a prefeitura. Tal situação fere o princípio da moralidade administrativa. Outro fator grave é que ele não pediu demissão da OS em que trabalhava. O fato de ele ter sido demitido, faz com que ele tenha direito a todos os encargos trabalhistas, como, por exemplo, Fundo de Garantia. Isso é verba pública, pois o dinheiro da organização social vem da prefeitura — explicou o especialista.
O doutor em Direito Administrativo pela UERJ e professor-adjunto da mesma disciplina na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Emerson Affonso da Costa Moura, também compartilha da opinião de Peixinho. Segundo ele, em tese, trata-se de um ato de improbidade administrativa.
- Parece um caso típico de violação ao princípio da impessoalidade. O fato de a mulher dele manter contratos com a administração pública, justamente na área em que ele vai atuar me parece interferir diretamente nas funções do cargo que ele ocupa. Isso gera um típico caso de nepotismo, portanto, um ato de improbidade administrativa sujeito a outras formas de responsabilização. Também há a possibilidade da anulação do contrato administrativo dela com o ente público, uma vez que a mulher do subsecretário não mantém mais os requisitos legais iniciais da contratação. Com certeza, na época, o contrato incluía a inexistência de parentes vinculados à administração pública - explicou Emerson.
Segundo o sistema de acompanhamento processual da prefeitura, a sindicância contra o subsecretário foi instaurada na Subsecretaria de Atenção Hospitalar, Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em 27 de janeiro do ano passado. No dia 30 do mesmo mês, o procedimento administrativo foi encaminhado à Comissão de Ética do Trabalho, porém, há quase um ano, não existe registro de qualquer movimentação.
Em consulta ao site da Receita Federal, Natahaly Cazarotto, mulher de Berchmans, figura como sócia-administradora da Osteossintex Material Hospitalar Ltda. A empresa foi aberta em 1997 e funciona na Barra da Tijuca segundo informações do órgão federal. De acordo com levantamento feito pelo GLOBO no Rio Transparente, site oficial de acompanhamento dos gastos da prefeitura, desde 2010, a empresa recebeu cerca de R$ 5,3 milhões pelo fornecimento de órteses e próteses para diversas unidades da rede saúde do município. O maior volume de recursos foi movimentado em 2016: R$ 938.727. No ano passado, foram fornecidos à prefeitura materiais no valor de R$ 858,5 mil.
Em depoimento à uma comissão de sindicância da saúde, quando ainda era diretor do Hospital municipal Salgado Filho (que também usou próteses da Osteossintex), o subsecretário disse não ter qualquer vínculo com a empresa. Berchmans alegou que todas as empresas fornecedoras de órtese e prótese são cadastradas na prefeitura, reforçando que os preços praticados seguem a tabela do SUS. Lembrou ainda que as notas fiscais dos serviços são atestadas pelo médico que efetuou a cirurgia e, em seguida, pelo chefe do setor.
Ele explicou ainda aos sindicantes que, além do cargo público, trabalhava na época na Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina na central de regulação de leitos da SMS, que é uma organização social. Essa OS presta serviços para a prefeitura desde 2010. Entre 2010 e 2018, firmou contratos com a SMS no valor de R$ 3,2 bilhões dos quais R$ 2,4 bilhões já foram pagos, segundo o Rio Transparente. Entre os contratos que aparecem ativos no site, há os contratos de atividades nas coordenadorias de emergência dos hospitais municipais Pedro II, em Santa Cruz, e Miguel Couto, no Leblon.
Berchmans é servidor concursado há 22 anos e iniciou a carreira na Prefeitura do Rio no Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, onde foi diretor por quatro anos, até meados de 2017. Ele também chefiou o serviço de Traumatologia e Ortopedia do Salgado Filho por nove anos, para realizar cirurgias proximais do fêmur em idosos.
Segundo a assessoria da secretaria, a função do subsecretário será “vistoriar todas as unidades e dialogar com as OSs, buscando garantir que os serviços prestados estejam de acordo com a necessidade dos usuários da rede pública de Saúde”.
Em nota, Berchmans disse que foi ele quem solicitou a apuração da denúncia "anônima" recebida pela pasta, e que a secretaria aguarda a conclusão da sindicância, mas não explicou por que a investigação está parada há quase um ano. Informou ainda que irá usar a sua experiência como contratado por organização social "para avaliar e propôr melhorias para este modelo de gestão".
As OSs são responsáveis pela gestão de 50% de unidades e serviços no município do Rio de Janeiro e empregam mais de 30 mil profissionais. Berchmans era um desses contratados, atuando por cerca de dois anos na Central de Regulação de Vagas da cidade como plantonista médico-regulador.





Vem ai aumento para União!!!!!!!!!!!!!!

União fecha folha de pagamento de janeiro, e reajustes que foram adiados por MP são aplicadosApesar da intenção contrária do governo federal, mais de 253 mil servidores ativos e inativos do Executivo federal receberão os percentuais de reajustes prometidos para janeiro de 2018. O Ministério do Planejamento confirmou que a folha referente a este mês foi fechada no último dia 15.

A pasta informou, também, que foram aplicados os mesmos índices questionados pela Medida Provisória (MP) 805, assinada pelo presidente Michel Temer, que previa o adiamento ou o cancelamento das correções salariais. A União seguirá, portanto, a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), já que o ministro Ricardo Lewandowski concedeu uma liminar que sustou o efeito da MP. Assim, estão confirmados os reajustes aprovados em 2016 e 2017.
As categorias beneficiadas incluem médicos peritos do INSS, policiais federais e rodoviários federais, auditores fiscais da Receita Federal e servidores que integram as carreiras da Diplomacia (veja abaixo os principais grupos beneficiados e os percentuais de correção).
Na visão de líderes do funcionalismo federal, o fechamento da folha de janeiro com os aumentos nada mais representa do que o cumprimento da lei. A vitória nessa primeira batalha poderá ser decisiva em discussões futuras.
— A lei vai ser cumprida. O governo se superou na ilegalidade ao tentar sustar um acordo firmado após negociações que começaram em março de 2015. Ao nosso ver, não há mais volta para essa questão. Mas tudo é possível no cenário atual — ressalvou Rudinei Marques, presidente do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate).
Em outubro do ano passado, o Ministério do Planejamento anunciou uma série de medidas, tendo em vista a diminuição do déficit fiscal do governo federal previsto para 2018 (despesas maiores do que receitas previstas). À época, o ministro Dyogo Oliveira informou que o adiamento dos reajustes resultaria em uma economia de R$ 5,1 bilhões neste ano. Porém, mais de dez ações foram protocoladas no STF contra a proposta.
AGU aguarda data para debate no STF
A Advocacia-Geral da União (AGU) não vai questionar a liminar apresentada pelo ministro Lewandowski, até que a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, agende a data para a deliberação do assunto pelo plenário da Corte. Segundo integrantes da AGU, não há como questionar a decisão monocrática (individual) de Lewandowski, tendo em vista que o ministro já pediu uma data para que seus colegas tratem da representação de inconstitucionalidade da MP. O ministro do STF julgou procedente, no início de dezembro, o pedido feito pelo PSOL para que a medida que adiou os aumentos fosse suspensa até a avaliação do mérito.
— Em tese, não há recurso cabível. O que se pode fazer é levar o assunto para o plenário e avaliar as posições cabíveis — lembrou Vilson Vedana, diretor da Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais (Anafe).
Curiosamente, a entidade representa, também, servidores que integram a AGU. A associação já se declarou contrária à MP e favorável à sua inconstitucionalidade.

                                                


O ano para o funcionalismo federal
Outras categorias
Além das áreas que garantiram percentuais por meio da Justiça, outros setores do funcionalismo federal também terão direito a reajustes no próximo salário. É o caso, por exemplo, dos servidores vinculados às Forças Armadas e os ligados ao magistério federal.
Aprovações
Das nove leis que trataram de aumentos ao funcionalismo, oito delas foram aprovadas em 2016, pelo Congresso Nacional. Apenas uma, que tratou das remunerações de servidores de ex-territórios, foi aprovada em 2017.
Peso
As carreiras que seriam afetadas pelo adiamento dos reajustes equivalem a 20% do total de funcionários federais. Os 253 mil prejudicados integram o total de 1.272 milhão de servidores ativos, aposentados e pensionistas.
Futuro
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, já afirmou que o governo terá de encontrar outra solução para conseguir a economia prevista com os adiamentos, na casa dos R$ 5,1 bilhões.




Fonte: Jornal Extra



“CANTINHO DO DIREITO”:


Pergunta:

Pago pensão para uma filha, hoje com 19 anos de idade.
Ela não cursa faculdade e nem está trabalhando.
Infelizmente, ela e a mãe se afastaram de mim.
Posso parar de pagar a pensão?

Resposta:

Não.
O senhor somente poderá deixar de pagar se obtiver, através de Ação de Exoneração de Alimentos, sentença favorável ao seu pedido.
Gostaria de lembrar que, caso a sua filha esteja cursando faculdade, a obrigação de pagar a pensão se estende até ela completar 24 anos de idade ou, indefinidamente, em decorrência de enfermidade, não puder trabalhar.
Lembrando sempre que, quando se trata de filhos, a melhor solução é o dialogo, pois, afinal, não existem ex-filhos.



COLABORAÇÃO:
Escritório de Advocacia Vidipó, Oseias, Cassio e Dayana.
Rua Conselheiro Paulino, 95,
Centro Pádua
Telefone: 3.851. 0195.


Prefeito de Varre-Sai recebeu visita do deputado federal Roberto Sales



O deputado federal Roberto Sales (PRB/RJ) esteve visitando Varre-Sai onde se reuniu com o prefeito Silvestre José Gorini. Na ocasião, ele se colocou à disposição do município para ajudar no que for necessário.
Entre os assuntos discutidos está a disponibilização de uma emenda parlamentar e auxiliar no processo de informatização das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.
“É a primeira vez que visito Varre-Sai e a ideia da informatização das UBS é organizar as demandas de exames, consultas e ter o controle na parte da Saúde”, disse o deputado.
O prefeito de Varre-Sai, Silvestre José Gorini, agradeceu a visita do deputado que se prontificou a ajudar o município.
“Agradeço a presença do deputado que espontaneamente veio conhecer o município, o prefeito e ainda disponibilizou uma emenda parlamentar para informatizar as UBS de Varre-Sai”, pontuou o prefeito.




Silaine Terra
Departamento de Comunicação
Prefeitura Municipal de Varre-Sai

PROFISSIONAIS DE SAÚDE PARTICIPAM DE PALESTRA SOBRE FEBRE AMARELA EM TRAJANO



Um encontro descontraído, porém muito importante para o bom andamento da saúde no município de Trajano de Moraes. Os agentes de saúde, enfermeiros e os técnicos de enfermagem participaram de uma palestra sobre febre amarela. A iniciativa foi tomada por uma solicitação do prefeito Rodrigo Viana, e visa preparar os servidores da Saúde que trabalham diretamente com a população, possibilitando que estes se orientem sobre formas de contágio e tratamento da doença.

A ação foi ministrada pela coordenadora de Epidemiologia e Imunização da Secretaria Municipal de Saúde Mariana Ecard, em dois horários. A palestra foi realizada no auditório do Hospital Francisco Limongi. Mariana acredita que em pouco tempo, a ação terá surtido efeito entre os profissionais. “As duas palestras tem muita importância e é de interesse dos agentes e enfermeiros aprender mais sobre a febre amarela, que voltou a ser assunto em todo território nacional”, disse ela.

O objetivo é preparar os agentes e os enfermeiros para que orientem a população, visto que esse contato é feito diariamente no trabalho de prevenção e combate ao mosquito da dengue, que pode, inclusive, ser o transmissor da febre amarela na zona urbana e rural. A partir desta quinta-feira (17), os agentes comunitários estarão realizando um cadastro nominal de toda a população que já tomou a vacina.

Mariana afirma que tal medida é de suma importância para realizar um mapeamento de possíveis pessoas que ainda não tomaram vacina e cadastrar as pessoas que não se imunizaram no município.  “Trajano não terá dose fracionada como vem acontecendo em cidades de São Paulo e Rio de Janeiro (Região Metropolitana). A dose fracionada tem 0,1 ml, enquanto que uma dose convencional tem 0,5 ml.”, destacou.

O prefeito Rodrigo Viana ressaltou que a capacitação é importante para reforçar o trabalho educativo e de prevenção que os agentes realizam em Trajano. “O papel destes profissionais é muito importante e eu acredito no potencial de cada um deles, justamente porque eles contribuem para solucionar os problemas em relação à saúde”, enfatizou Rodrigo.

A vacina tem como objetivo proteger a pessoa, formando anticorpos protetores e estabelecendo barreiras para propagação do vírus. A Organização Mundial de Saúde – OMS recomenda que a população em área de risco seja vacinada em pelo menos 95%. De acordo com Mariana, foram aplicadas no município 8.112 doses, atingindo a meta de 93%, do público alvo. 

-- 












Prefeitura Municipal de Trajano de Moraes - RJ
Assessoria de Imprensa - Ascom
End.: Praca Waldemar Magalhães, nº 5
Telefone: (22) 2564-1108

NOVA SEDE DE PSF OFERECE ATENDIMENTO NOTURNO


A Prefeitura municipal de Porciúncula, através da Secretaria de Saúde realizou, no dia 15, segunda-feira, a transferência da Estratégia de Saúde da Família do bairro Cristo-Rei para uma nova sede, localizada na Rua Deputado Carlos Pinto Filho, trazendo a novidade do atendimento noturno.
A nova unidade de saúde proporcionará à população melhoria da qualidade do acesso e tratamento. A Unidade já conta com o PEC (Prontuário Eletrônico do Cidadão), uma exigência do Ministério da Saúde desde 2013. Esta ferramenta auxilia na humanização do serviço e contribui para um melhor acompanhamento da população por parte da equipe de saúde.
Pensando mais uma vez em fortalecer a política de atenção básica no município, a Secretaria de Saúde inicia uma nova modalidade de atendimento nesse serviço de saúde, o atendimento noturno, que visa atender os moradores que não podem comparecer em horário comercial à unidade.
O atendimento noturno acontecerá duas vezes por semana, ofertando o atendimento de enfermagem. Segundas e terças-feiras o atendimento será de 7 às 20 horas. Os demais dias, o atendimento segue o horário de 7 às 16 horas.













Ascom/PMP

Porciúncula agora tem mais vagas para carros




Agora ficou mais fácil estacionar no centro da cidade. Por determinação do Departamento de Trânsito e devido ao aumento do número de veículos no município, as vagas na Avenida José Tannus foram reorganizadas em 45 graus, a partir do Bazar Porciúncula até a Farmácia Cysneiros.

Realizado pelo Departamento de Trânsito com apoio da Secretaria de Defesa Civil, o novo estacionamento oferece ainda vagas para idosos, deficientes e motociclistas. O local, que comportava 13 carros estacionados, atualmente comporta 21 carros e 13 motos.
O diretor do Departamento de Trânsito, Cristiano do Valle, vem desenvolvendo projetos para melhorar a mobilidade urbana do município. “Estamos trabalhando para oferecer um tráfego consciente e organizado, em que todos possam transitar nas vias municipais de forma segura e sem riscos”, explica Cristiano.














Rosimere Ferreira
Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Porciúncula

Showroom da Casa do Artesão é repaginado


                            




Para melhor atender o consumidor, pensando na comodidade, facilidade de visualização das peças e escolha dos produtos, a equipe da Casa do Artesão de Porciúncula reorganizou a loja, catalogando os produtos nas prateleiras por ordem de preços. O objetivo é dar aos compradores uma melhor percepção da diversidade de peças e das variadas opções de preços dos produtos.
Os artesãos porciunculenses produzem desde peças de decoração a brinque...dos infantis, passando por trabalhos em vime, palha, madeira e tecidos, além dos tradicionais bordados e crochês. Tudo feito com muita criatividade e graça. Sempre apresentando novas idéias em utilidades domésticas, que podem surpreender os consumidores.
Venha visitar a Casa do Artesão de Porciúncula, onde
funcionava a antiga farmacinha, atrás da Igreja Matriz. Valorize a arte e a cultura de nossa cidade! Você vai se encantar com a beleza e criatividade de nosso artesanato!










Ivana de Paula
Assessoria de Comunicação
SMC/PMP